Poço Azul – Chapada Diamantina

Poço Azul

Todo visitante da Chapada Diamantina não pode passar pela região sem fazer uma visita ao Poço Azul, na cidade de Nova Redenção-BA. O poço é na verdade uma gruta com água cristalina que apresenta uma combinação perfeita entre a transparência da água e os raios solares que entram na gruta por uma brecha, dando uma deliciosa tonalidade azul que encanta os turistas.
Como de praxe, nossa equipe montou acampamento na cidade de Lençois-BA (onde costumamos ficar sempre que visitamos a região), acordamos de manhã cedo e percorremos quase 130 km até a cidade de Nova Redenção, para enfim poder aproveitar o que o poço tinha a nos oferecer.
Como o atrativo é bastante concorrido, é interessante ir cedo e as vezes estar disposto a enfrentar fila para poder ter acesso à gruta. Pagando uma taxa de 30 reais o visitante pode ainda fazer flutuação nas águas do poço, que possui uma profundidade que pode variar de 20 a 50 metros. O mais impressionante é que a água é tão límpida e transparente que é possível enxergar com extrema nitidez o fundo da caverna, os galhos e as pedras que ali estão depositados.
O grande atrativo é o fenômeno do feixe de luz, que entra pelo “teto” da gruta durante uma determinada hora do dia, e bate diretamente no poço, dando um show visual a parte.

Poço Azul - Chapada Diamantina
Poço Azul – Chapada Diamantina

Segundo especialistas, a tonalidade azul da água se deve ao choque dos raios solares com as moléculas de nitrogênio, que filtram os espectros das outras cores refletindo somente o da cor azul. É basicamente o mesmo fenômeno que torna o céu azulado visto daqui do chão. E para completar o pacote, a presença do carbonato de sódio atua como um elemento filtrante natural, deixando a água límpida e livre de impurezas.
O passeio ao poço é super indicado para pessoas de todas as idades. Não é necessário fazer nenhuma trilha para chegar até o local, o visitante pode ir de carro e o único esforço é caminhar cerca de 40 metros de onde estaciona o veículo até o local que dá acesso a gruta. Lá dentro existe uma estrutura de escadas com corrimão para facilitar a caminhada até o ponto mais próximo da água onde as pessoas podem iniciar o mergulho e a flutuação.
Sem exagero algum, é um lugar que você não pode deixar de ir quando estiver mochilando pela região.
A arte de acampar sempre proporciona a oportunidade de estar em lugares como esses e viver as mais diversas experiências.

Deixe uma resposta